setembro 7, 2021

Um teste antes da partida deve ser feito pelos viajantes dentro de 48 horas de sua chegada ao Reino Unido

Por admin

As regras para viagens no Reino Unido ficaram mais rígidas depois que os casos da Covid Omicron aumentaram. Além disso, a Nigéria entra para a Lista Vermelha do Reino Unido.

A ameaça da Omicron vindo do exterior levou o governo do Reino Unido a tomar uma atitude de precaução e trouxe de volta o teste de Covid antes da partida. O número total de casos confirmados da variante na Grã-Bretanha agora é de 260.

Qualquer pessoa viajando para o Reino Unido, independentemente de seu status de vacinação, deve fazer um teste Covid antes de partir para o Reino Unido e deve ser negativo antes de chegar.

No sábado, 4 de dezembro, o subcomitê de operações da Covid do gabinete aprovou as propostas para entrar em vigor a partir das 4h da terça-feira, 7 de dezembro. Qualquer viajante com 12 anos ou mais deve apresentar um PCR negativo ou teste de fluxo lateral feito dentro de 48 horas da chegada ao Reino Unido.

O governo já havia introduzido a exigência de que todas as pessoas que chegam ao Reino Unido façam um teste PCR no ou antes do segundo dia após sua chegada ao país e se isolem até que o teste seja negativo.

Ao mesmo tempo, foi acordado que a partir das 4h de segunda-feira, a Nigéria será colocada na Lista Vermelha da Covid do Reino Unido, exigindo chegadas em quarentena por 11 noites em um hotel aprovado pelo governo a um custo de até £ 2.285.

Essas medidas serão revistas em três semanas.

Novas regras de viagem em poucas palavras

  • Todos os viajantes devem fazer um teste antes da partida no prazo de 48 horas após sua chegada ao Reino Unido e ser capazes de apresentar um teste Covid negativo.
  • Um teste de dois dias deve ser combinado com antecedência. O viajante deve isolar em casa até que um teste negativo seja alcançado
  • Qualquer pessoa que chegue de um país da lista vermelha deve isolar-se em um hotel aprovado pelo governo às suas próprias custas.
  • Os países atualmente na Lista Vermelha: Nigéria junta-se a Angola, Botswana, Eswatini, Lesoto, Malawi, Moçambique, Namíbia, África do Sul, Zâmbia e Zimbabué.