março 11, 2022

Novo Saque FGTS Será liberado

Por admin

Nos próximos dias, o governo federal anunciará um novo pacote de mudanças destinadas a estimular a economia do país em 2022. Entre as medidas que o Governo quer disponibilizar, temos uma nova saída do FGTS (Fundo de Garantia do Tempo). de Serviço).

Nas últimas semanas, o ministro da economia de são Paulo Гедес informou que o governo federal vai lançar uma nova rodada de levantamento de FGTS (Fundo de Garantia do Tempo de Serviço) para todos os trabalhadores, que há saldo nas contas do fundo, que atualmente gira em torno de 40 milhões de pessoas.

A nova retirada do FGTS será emitida por meio de uma medida provisória (MP), que será assinada pelo presidente Zara Bolsonar, onde, uma vez assinado o documento, entrará em vigor imediatamente.

Espera-se que a nova rodada se torne oficial até 14 de março, considerando que o anúncio feito por Geddes foi feito em 22 de fevereiro, onde o próprio ministro disse que o lançamento ocorrerá dentro de 20 dias após o anúncio.

Nova conclusão do FGTS

A nova retirada do FGTS está programada para ser anunciada até a próxima semana e deve liberar até 1 mil reais para cerca de 40 milhões de trabalhadores.

De acordo com as regras, uma nova rodada de retiradas estará disponível para qualquer funcionário que tenha um saldo em contas relacionadas ao FGTS, sejam contas inativas (empregos anteriores) ou contas ativas (empregos atuais).

Os valores a serem emitidos ainda não foram determinados pelo Ministério da economia e podem variar de 500 a 1.000 reais.

O governo ainda está investigando o valor da emissão que não se compromete com os fundos do programa, uma vez que, mesmo com a emissão de fundos do FGTS, as retiradas recorrentes do FGTS ainda ocorrerão.

Quem Pode Receber?

De acordo com as regras atuais, a nova retirada da Vogts estará disponível para todos os trabalhadores que tiverem saldo em contas vinculadas ao fundo de garantia.

Este procedimento será aplicado aos trabalhadores que trabalham e aos trabalhadores que estão atualmente desempregados e têm um saldo em suas contas.

Também vale lembrar que a retirada será retirada, independentemente de o funcionário ter se juntado à retirada anual do fundo de garantia ou não.

O único requisito é que o funcionário tenha um saldo nas contas.

Portanto, para determinar se um funcionário é elegível para uma nova retirada, basta verificar se ele possui um saldo nas contas do FGTS.